Sem categoria

5 filmes para entrar no clima natalino

Já está podendo falar de filmes de natal???

Oi gente, para quem ainda não me conhece, meu nome é Laura Hueb e escrevo em nome do meu perfil de cinema @podecriticar; mensalmente venho aqui no blog da Mag falar sobre cinema e trazer dicas e listas de filmes para vocês!

Sim, estamos no final de novembro, falta quase um mês para o natal, mas quanto antes começarmos a maratonar filmes natalinos que nos deixem de coração quentinho, melhor! (Não é mesmo?). Obras com essa temática costumam a carregar mensagens de amor, esperança, união, e são ótimas para reunir a família na sala (seja ela grande e diversa, ou você e seu pet) e sentir a magia do natal!

Resolvi trazer uma lista, com 5 filmes natalinos, que contasse tanto com clássicos queridinhos do público, quanto com filmes mais recentes que chegaram já conquistando um espaço especial entre as maratonas de natal; optei por também trazer animações, para agradar aos pequenos, mas que devem ser vistas por todas as idades.

Vamos aos filmes.

PS: Sobre o primeiro e o segundo filme, irei fazer um comentário conjunto por serem dois clássicos queridinhos das comédias românticas que se assemelham em certos pontos.

Simplesmente amor (2003).

Onde assistir: Prime vídeo.

Sinopse: O novo Primeiro-Ministro da Inglaterra (Hugh Grant) se apaixona por uma de suas funcionárias, Natalie (Martine McCutcheon). Numa tentativa de curar seu coração, um escritor (Colin Firth) parte para o sul da França e lá acaba se apaixonando. Karen (Emma Thompson) desconfia que Harry (Alan Rickman), seu marido, a está traindo. Juliet (Keira Knightley), que se casou recentemente, desconfia dos olhares e intenções de Mark (Andrew Lincoln), o melhor amigo de seu marido. Sam (Thomas Sangster) tem por objetivo chamar a atenção da garota mais difícil da escola. Sarah (Laura Linney) enfim tem a grande chance de sair com Karl (Rodrigo Santoro), por quem mantém uma paixão silenciosa. Billy Mack (Bill Nighy) busca retomar sua carreira como astro do rock. As vidas de todos estes personagens se entrelaçam e são modificadas pela presença do amor em suas vidas.

 

O amor não tira férias (2006).

Onde assistir: Netflix; Prime vídeo; Telecine.

Sinopse: Iris (Kate Winslet) escreve uma coluna sobre casamento bastante conhecida no Daily Telegraph, de Londres. Ela está apaixonada por Jasper (Rufus Sewell), mas logo descobre que ele está prestes a se casar com outra. Bem longe dali, em Los Angeles, está Amanda (Cameron Diaz), dona de uma próspera agência de publicidade especializada na produção de trailers de filmes. Após descobrir que seu namorado, Ethan (Edward Burns), não tem sido fiel, Amanda encontra na internet um site especializado em intercâmbio de casas. Ela e Iris entram em contato e combinam a troca. Logo a mudança trará reflexos na vida amorosa de ambas, com Iris conhecendo Miles (Jack Black), um compositor de cinema, e Amanda se envolvendo com Graham (Jude Law), irmão de Iris.

Se comédias românticas já são fofas, as de natal então nem se fala. Os dois mais antigos da lista e também dois dos mais clássicos natalinos, “Simplesmente amor” e “O amor não tira férias” foram feitos para os românticos, que amam uma história de amor e gostam de ficar com o coração quentinho no final. Como já é possível perceber pelas sinopses, esses são daqueles filmes em que várias histórias se conectam de maneiras inesperadas, então se você gosta de imprevisibilidade, encontros e reencontros e muitos acontecimentos ao mesmo tempo em cena, essa é a sua pedida para o natal. Em maratona natalina essa dupla já tem vaga garantida.

Operação presente (2011).

Onde assistir: Netflix.

Sinopse: Busca responder a pergunta: “Como é que Papai Noel consegue entregar todos os presentes em uma única noite?” Em um lugar escondido no Polo Norte, encontra-se a resposta. Em meio a chamada “operação presente”, Arthur tem uma missão muito especial que precisa ser concluída antes do amanhecer da manhã de Natal.

Infelizmente pouco lembrada, “Operação presente” foi uma das animações “mais recentes” que conquistou minha afeição. Ideal para todas as idades, além de ser bem divertida, a obra traz uma mensagem de aceitação, de conquista e união, nos fazendo refletir e relaxar em um só tempo. Se quiser fazer uma maratona natalina com crianças, ou então sendo adulto, mas querendo resgatar o espírito natalino e se divertir, “Operação presente” é uma ótima opção para começar a sentir a magia do natal.

Uma segunda chance para amar (2019).

Onde assistir: Telecine.

Sinopse: Em Uma Segunda chance para Amar, Kate (Emilia Clarke) é uma jovem inglesa com uma vida que é uma bagunça. Além de ter dificuldades em lidar com a mãe Petra (Emma Thompson) e a irmã Marta, ela trabalha como elfo em uma loja temática de natal durante todo o ano. E é às vésperas do Natal que ela conhece Tom (Henry Golding), e o que parecia impossível se torna realidade, conforme o rapaz enxerga através de todas as barreiras que ela construiu para sua vida.

Se você é a fã de comédias românticas, mas também gosta de um drama, apresento “Uma segunda chance para amar”. Com uma trama aparentemente inocente, típica de natal, a obra acaba por surpreender o espectador, ao sair do óbvio, e se mostrar mais profunda do que aparentava ser. Ideal para quem quer sentir a “vibe” natalina, mas sem cair em clichês. Talvez esse seja o filme para assistir na maratona antes dos clássicos do início da lista, para depois das lágrimas se aconchegar com uma história mais fofinha. (Fica a dica).

Klaus (2019).

Onde assistir: Netflix.

Sinopse: Em Smeerensburg, remota ilha localizada acima do Círculo Ártico, Jesper (Jason Schwartzman) é um estudante da Academia Postal que enfrenta um sério problema: os habitantes da cidade brigam o tempo todo, sem demonstrar o menor interesse por cartas. Prestes a desistir da profissão, ele encontra apoio na professora Alva (Rashida Jones) e no misterioso carpinteiro Klaus (J.K. Simmons), que vive sozinho em sua casa repleta de brinquedos feitos a mão.

 

O mais recente da lista, mas que já merece um espaço reservado na maratona, “Klaus” conseguiu conquistar dos mais novos aos mais velhos com uma história sobre o natal totalmente inovadora. Já aclamado, nesse ano de 2020 a obra já levou sete prêmios na premiação Annie, conhecida por ser o “Oscar das animações”; e foi merecido viu? Com muita criatividade e imaginação, “Klaus” refaz a histórias das mais clássicas tradições natalinas enquanto trabalha temas bem profundos como o luto, luta entre classes… Difícil não se emocionar com a história. Assim, digo e repito, com ou sem crianças, esta é uma obra que merece muito sua atenção nesse natal!

Eai? Ficou animado para começar a maratona? Seja com clássicos ou com filmes mais recentes, o importante nessa época é sentir o espírito natalino chegar e reunir quem você ama para celebrar o amor (e ganhar uns presentes, né? Afinal tem cada coisa linda na Magnólia que eu também não resisto…)

Espero muito que tenham gostado, e que se divirtam com as dicas,

Aproveita e passa lá no @podecriticar para me contar qual seu filme de natal preferido!

Até a próxima,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.