Business (Demo), Capa

Filmes para assistir com seu pai

Oie, como vocês estão?

Para quem ainda não me conhece, eu sou a Lau do @Podecriticar, insta no qual eu faço crítica de filmes e séries, muito prazer!

Venho nesse fim de semana com um propósito especial, trazer uma listinha de filmes para comemorar o Dia dos Pais! Nada melhor do que passar uma data comemorativa com quem a gente ama, não é mesmo? Vale lembrar que não só o homem que acaba por desempenhar o papel de pai, pois, em muitas famílias brasileiras, tanto a mãe, quanto outro membro familiar, exercem a função de pai, e claro que merecem ser celebrados! Fiz então uma listinha que engloba diferentes categorias para vocês se divertirem e se emocionarem, espero que gostem!

Homens, Mulheres e Filhos (2014) Onde assistir: Netflix/ Globoplay

Sinopse: Adultos, adolescentes e crianças amam, sofrem, se relacionam e compartilham tudo, sempre conectados. A internet é onipresente e, nesta grande rede em que o mundo se transformou, as ideias de sociedade e interação social ganham um novo significado. Algumas situações como um casal que não tem intimidade; uma garota que quer ser uma anoréxica melhor; um adolescente que vive em num mundo de pornografia virtual, fazem o expectador repensar a relações humanas.

Como o título já sugere, esse filme não retrata somente relações paternas, mas é sobre o “ser família” na contemporaneidade. Um drama sensível que mostra os diferentes lados das relações; versa tanto sobre adolescentes e seus conflitos, quanto sobre os pais e seus dilemas. “Homens, mulheres e filhos” aborda, de forma honesta, as relações familiares, nos mostrando que, no fim do dia, a forma mais genuína e simples de amar é ouvir o outro afim de conhecer suas diferentes facetas. (Que tal aproveitar a quarentena para se aproximar da família?).

Uma Babá quase perfeita (1993) Onde assistir: Telecineplay/ Claro vídeo/ Now online

Sinopse: Daniel Hillard (Robin Williams) está passando por uma fase complicada, acaba de se separar de Miranda (Sally Field) e perdeu o seu emprego. Impedido pela ex-esposa de passar mais tempo com os filhos, ele tem uma idéia inusitada para recuperar a relação com as crianças. Daniel veste-se como uma senhora idosa escocesa e tenta conseguir o cargo de babá no seu antigo lar.

Esse é para quem gosta dos clássicos! Mais para uma comédia do que drama, “Uma Babá quase perfeita” é daqueles de aquecer o coração. Sabe aquele pai que “se vira nos 30” para poder estar presente? Ao mesmo tempo divertido e sensível, é uma bela homenagem para aqueles que fazem de tudo para quem amam. Ótimo para assistir com toda a família!

Três Vezes Amor (2008) Onde assistir: Looke/ Google play movies

Sinopse: Manhattan. Will Hayes (Ryan Reynolds) é o pai solteiro de Maya (Abigail Breslin), uma garota de 10 anos que sempre quis saber como ele e sua mãe se conheceram. Um dia, após muita insistência dela, Will conta que teve um relacionamento com três mulheres, Summer (Rachel Weisz), Emily (Elizabeth Banks) e April (Isla Fisher), e que uma delas é sua mãe. Decidida a fazer com que seus pais voltem a viver juntos, Maya passa a incentivar o pai a encontrar suas antigas namoradas. O problema é que todos os relacionamentos terminaram de forma abrupta, com traumas para ambos os lados.

Sucesso na primeira década dos anos 2000, “Três Vezes Amor” é uma comédia romântica (amo) que aborda o tema da paternidade de forma encantadora! Leve e divertido, versa sobre o amor romântico e o amor paterno, e o vínculo que formamos com nossa própria história, de como chegamos até aqui. Esse é pra quem, assim como eu, é fã de comédias românticas, e deseja celebrar esse vínculo inabalável com quem ama!

Procurando Nemo (2003) Onde assistir: Netflix

Sinopse: Em seu primeiro dia de aula, esquecendo os conselhos do pai superprotetor, Nemo é capturado por um mergulhador e acaba no aquário de um dentista. Enquanto Nemo tenta bolar um plano para escapar, seu pai cruza o oceano para resgatá-lo.

Uma das animações mais conhecidas, se engana quem pensa que “Procurando Nemo” é um filme feito somente para crianças. Essa animação atemporal retrata temas sensíveis como luto, perda, distanciamento, mas tudo de forma muito sensível e lúdica. Representando a dificuldade tanto dos pais, de deixarem seus filhos sozinhos no mundo, quanto para os filhos, de tomarem a coragem de ser independentes, é uma linda lição de suporte e amor incondicional. Pedida ideal para comemorar o Dia dos Pais, principalmente para quem tem filhos pequenos!

Capitão Fantástico (2016) Onde assistir: Looke/ Google play movies

Sinopse: Nas florestas do estado de Washington, um pai cria seus seis filhos longe da civilização, em uma rígida rotina de aventuras. Ele é forçado a deixar o isolamento e leva sua família para encarar o mundo, desafiando sua ideia do que significa ser pai.

Muito premiado, “Capitão Fantástico”, uma das melhores obras de 2016, aborda a paternidade, o “ser família”, e o fato de esses conceitos sociais mudarem de acordo com o tempo e o lugar em questão.  Através desse drama sensível, é possível nos questionarmos sobre o modo como vivemos e nos relacionamos, e como nossa cultura nos é introjetada desde a infância; a obra nos faz refletir. Um filme muito maduro, que se torna ainda mais relevante pelo momento que vivemos, em razão de nosso modo de vida, como sociedade, ter mudado de uma forma ou outra. Essa é uma bela escolha para celebrar esse dia e pensarmos as diferentes relações e formas de “ser pai” e “ser família” por aí!

É isso! Espero que tenham gostado das sugestões, e que celebrem esse dia especial, seja de longe ou de perto, com quem você ama!

Para mais dicas, siga o @Podecriticar!

Até a próxima,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.